Entretenimento

Crianças de 8 a 10 anos interessadas em fazer aulas gratuitas de balé poderão participar da oficina Balancé, dentro do Projeto de Extensão 5, 6, 7 e 8, do curso de Dança-Licenciatura da UFSM. As inscrições iniciaram na segunda-feira (22).

A oficina terá duas turmas: às segundas, das 14h às 15h30, e às quartas e sextas-feiras, das 9h às 10h. São 15 vagas por turma. É necessária inscrição prévia pelo email [email protected] As aulas ocorrerão sempre na Sala dos Espelhos do Centro Didático e Artístico, anexo ao prédio 51 do campus sede.

A oficina parte dos estudos do Grupo de Pesquisa sobre (Es)(Ins)critas do/no Corpo (Corpografias), coordenado pela professora Neila Baldi. Uma das linhas de pesquisa do grupo estuda as pedagogias da dança e tem se dedicado, desde o ano passado, a pensar a teoria decolonial para a aprendizagem e ensino da dança. Neste sentido, o grupo tem criado outras formas de ensinar dança e testado em oficinas de extensão.

As aulas de balé clássico estarão a cargo da discente Júlia Urach, integrante do Corpografias, e terão como ênfase os movimentos do balé clássico, o alinhamento corporal e a criação em dança. A oficina é aberta para meninas e meninos. Não é necessário conhecimento prévio em dança, nem roupa específica para balé clássico, apenas vestimenta confortável.

O projeto “5,6,7 e 8” foi criado em julho de 2017 e que tem por objetivo democratizar o acesso à dança em Santa Maria e propiciar aos estudantes dos cursos de Dança-Licenciatura e Bacharelado da UFSM oportunidade do exercício da docência, bem como da pesquisa em dança. Desde então, ofereceu oficinas de dança de salão, dança moderna e dança contemporânea.

Além das aulas de balé para crianças, existem vagas ainda para as aulas gratuitas de tango para a comunidade, que ocorrem sempre às sextas-feiras, das 13h às 14h, no Espaço Multiuso. Entre os temas da oficina estão a conexão, a musicalidade, a dissociação das partes do corpo, os códigos específicos do tango (figuras) e a criação a partir do tango.

 

 

 

*Com informações da UFSM

Crédito da foto: UFSM/Divulgação