O Procon de Santa Maria registrou 2.256 reclamações de consumidores durante 2018. De acordo com o ranking (http://www.santamaria.rs.gov.br/docs/noticia/2019/03/D01-1623.pdf) divulgado pelo órgão, as cinco empresas com maior número de queixas são prestadoras de telefonia, internet e TV a cabo. A lista ainda apresenta lojas de varejo, supermercados e agências bancárias nas primeiras posições.

Além do ranking de reclamações registradas no Procon Municipal em sistema próprio, o órgão também divulgou a listagem das empresas mais reclamadas na plataforma on-line (https://www.consumidor.gov.br/pages/principal/?1551451224830) mantida pelo Governo Federal, também utilizada pelo Procon em seus atendimentos presenciais. O site é um serviço público que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet. A plataforma é monitorada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, Procons, Defensorias e Ministérios Públicos.

De acordo com a coordenadora do Procon Municipal, Marcia Moro da Rocha, o índice de acordos concretizados entre consumidores e fornecedores, nas duas plataformas, está entre 85 e 88%.

O Procon Santa Maria está localizado na Avenida Rio Branco, número 639 (térreo), na esquina com a Rua Silva Jardim, no Centro. O atendimento externo é de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 12h30min, com distribuição de 60 fichas até o meio-dia. Nas segundas e quartas, o atendimento é das 13h30min às 16h30min, com distribuição de 30 fichas até as 16h.

O telefone de contato é (55) 3217-1286 e o e-mail para mais informações é [email protected] ou pela Ouvidoria, no endereço eletrônico [email protected]

Fonte: Prefeitura de Santa Maria

Crédito da foto: Prefeitura/Divulgação